sábado, 17 de abril de 2010

"Existem pessoas monocrônicas e policrônicas.




As primeiras só trabalham bem quando começam e acabam uma coisa por vez. Não conseguem ler ouvindo música, não conseguem interromper um romance para ler outro, senão perdem o fio da meada (...)



Os policrônicos são o contrário. Só trabalham bem quando conduzem várias atividades concomitantemente e, se se concentram numa delas, tornam-se opressos e entediados.



Os monocrônicos são mais metódicos, mas sua fantasia é às vezes limitada. Os policrônicos parecem mais criativos, nã raro se revelam atabalhoados e inconstantes.



Mas se formos analisar a biografia dos grandes homens, veremos que entre eles havia tanto monocrônicos quanto policrônicos"



Umberto Eco.

3 comentários:

Renata disse...

É como eu disse antes: também existem as pessoas crônicas.

Cynthia Kelsiane disse...

Sou monocronista!
Bom descobrir isso pq daí num fico me entupindo de coisas e faço uma de cada vez (rs!), mesmo q isso naum pareça lá muito criativo... mas acho q no final os dois chegam no mesmo lugar por caminhos diferentes. =P

Elane A. disse...

Já falamos sobre isso. Sou mono um monte de coisa.