quinta-feira, 18 de junho de 2009

meus amigos, meus comparsas...

...daqui a poucos dias estarei de volta a Fortaleza. Causará certa estranheza ouvir novamente esse sotaque nosso (pq é tb meu),esse nosso jeito meio enérgico, mas cheio de graça. Chego num meio de semana, não será possível ver todos, todas as pessoas que me são caras e que desejo rever. terei pouquinho tempo pra vê-las, tomar uma gelada no barzinho, senti todo o clima dessa cidade que me fez tanto, que me fez tão afeito a ela.

serão encontros furtivos, rápidos, urgentes...será bom rever, e rever é ver com o outro olhar, aquele que nunca será mais o mesmo olhar, mas cheio de graça ainda. não sei e não quero saber do que vou esperar..."o que eu vou ver, eu sei lá"

...daqui a poucos dias estarei de volta pro cantinho que mais me constitui. lá onde não preciso me explicar, pq me aceitam, lá onde não faço caras nem bocas pra fazer imagem, lá sou sorrisospra cada um dos seres que me fazem inspirar fundo e sempre evitar o fundo.

são meus amigos, comparsas do meu crime...o mais elaborado e bem acabado...ser feliz de olhos abertos e fechados.

saudações universais!

3 comentários:

Débora disse...

LINDO! Quando você chega, Dudu?! :}

Deise Anne disse...

vem logo que a cerveja tá esquentando!
esperando aqui!
beijão, dudu.

Renata disse...

chega logo pra:


andar e pensar um pouco
que eu só sei pensar andando.
três passos e minhas pernas
já estão pensando.

aonde vão dar esses passos?
acima, abaixo?
além? ou acaso
se desfazem ao mínimo vento
sem deixar nenhum traço?

[poeminha do leminski que me lembra vc]