quinta-feira, 10 de novembro de 2011

hoje vi um 'mon amour' escrito em vermelho na calçada do meu prédio. ele estava virado de frente pro portão, ou seja, foi escrito de forma que os moradores, ao saírem do prédio, lessem a frase. seguramente é pra um de nós aqui do yomar, 271.
mas quem?
a quem foi devotada essa declaração, macumba, pedido, homenagem tão urgente?
todos nós, os moradores, saímos, olhamos, passamos ao lado da inscrição disfarçando discrição. afinal, não se pisa num 'mon amour' pintado de vermelho.
é ser muito ruim passar e pisar na inscrição que foi feita especificamente pra alguém, isso é certo.
a que horas o tal amante, municiado de tinta vermelha, pincel, teria se ajoelhado, ou apenas acocorado, e escrito esse 'mon amour', uma espécie de tapete vermelho pro objeto de sua devoção?
quantos não passaram, viram, mas acharam de um espalhafato absurdo a tal inscrição, e mais, juraram matar seu amado/amada se fizessem tal coisa?


eu não sei, mas creio que tem coisas que só acontecem em copacabana.

Um comentário:

Amélia disse...

Tinha um Mon Amour no meio do caminho...